Retratar é um lugar muito sensível para se estar.

 

Levo esse ofício como uma grande oportunidade de mergulhar em infinitos universos diferentes dos meus. 

Cada troca, cada encontro, é uma chance de oferecer um pouco de mim e receber um tanto de quem se disponibiliza a estar comigo. 

 

Porque mais que ter a imagem reproduzida por essa mágica ferramenta, que hoje já é tão comum pra nós mas não menos incrível, o mais precioso aqui é capturar frames de alma.

 

A fotografia de dentro. 

Sobre fotografar pessoas e acessar lugares